R. Serra de Botucatu, 660 - Sl. 28 - Tatuapé São Paulo/SP   11 2667-0549 / 11 2667-0552 / 11 98948-6595

ENTRE EM CONTATO:

AtendEMOS

De Segunda a Sexta-feira

Das 10:00 às 19:00h.

quer maiores informações sobre oS TRATAMENTOS?

Deixe sua mensagem aqui e nós entraremos em contato.

Enviando…

Erro ao enviar.

Recebido.

Links rápidos:

FISIATRIA

Artrose

A Artrose, também conhecida como Osteoartrose ou Osteoartrite, é uma doença de desgaste da articulação. É a doença reumática mais frequente – representa de 30 a 40% das consultas musculoesqueléticas e acomete 15 milhões de brasileiros, segundo o Ministério da Saúde.

 

A Artrose decorre da deficiência da cartilagem que recobre as extremidades ósseas nas articulações, havendo aumento da destruição e diminuição da formação dos elementos cartilaginosos. Tem caráter progressivo, e pode evoluir a perda total da cartilagem nas articulações com atrito direto entre os ossos, causando muita dor e limitação da mobilidade articula. As alterações estruturais da articulação também podem estimular calcificações e provocar inflamações, que agravam o quadro da doença.

 

Sintomas

 

Os principais sintomas da Artrose são dor e dificuldade de movimentação da junta acometida. Qualquer articulação do corpo pode ser afetada, mas as áreas mais prevalentes são as das mãos, coluna, joelhos e quadris.

No início da doença, a dor ocorre quando o paciente movimenta a articulação, piora nos dias frios e pela manhã. Com o tempo, a dor passa a ocorrer mesmo em movimentação mínima e pode estar associada a deformidades das regiões acometidas, dificultando ou até mesmo impedindo a funcionalidade articular, gerando incapacidades para execução das atividades de vida diária.

 

Diagnóstico

 

O diagnóstico da Artrose é baseado na história clínica, exame físico e exames de imagem e de sangue.

 

Tratamento

 

A artrose não tem cura, mas merece tratamento, que visa aliviar os sintomas e melhorar a funcionalidade e a qualidade de vida. O tratamento deve incluir:

Fortalecimento muscular com exercícios de baixo impacto (como hidroginástica e natação);

Controle de peso do paciente e diminuição da sobrecarrega articular;

Tratamento medicamentoso: remédios via oral e infiltrações.

 

O uso de medicamentos deve complementar as medidas não farmacológicas. Entre os medicamentos disponíveis, existem os analgésicos e os anti-inflamatórios  que não interferem no curso da doença e as drogas modificadoras do curso da doença (DMDOA), aquelas capazes de reverter, estabilizar ou pelo menos retardar o desgaste da Artrose.

 

O ácido hialurônico é uma DMDOA, intra-articular, e a sua aplicação recebe o nome de viscossuplementação. Há no mercado diversas apresentações de ácido hialurônico, e o tratamento varia de uma a cinco injeções semanais na articulação, é um procedimento que pode ser realizado ambulatorialmente.Tem importante ação na distribuição de forças, auxilia a diminuir a pressão pelo peso e recuperar as propriedades do líquido sinoviale  também atua bioquimicamente, diminuindo a expressão substâncias inflamatórias.

 

Enviando…

Erro.

Enviado.

INSTITUTO REABILITAR

Rua Serra de Botucatu, 660 - Sala 28 - Tatuapé - São Paulo/SP

11 2667-0549 / 11 2667-0552 / 11 98948-6595

Resp. Téc.: Dr. Képler Alencar Mendes de Carvalho - CRM 135804

 

 

© 2018 INSTITUTO REABILITAR - Todos os direitos reservados.

INSTITUTO REABILITAR

Rua Serra de Botucatu, 660 - Sala 28 - Tatuapé - São Paulo/SP

11 2667-0549 / 11 2667-0552 / 11 98948-6595

Resp. Téc.: Dr. Képler Alencar Mendes de Carvalho - CRM 135804

 

 

© 2018 INSTITUTO REABILITAR - Todos os direitos reservados.